blogs

Efeito

Mel para tosse: entenda como você pode usar para tratá-la

25/02/2021

As pesquisas realizadas com mel revelam que o produto possui diversas propriedades farmacológicas, já que seus compostos permitem desempenhar ações antiinflamatórias, antibióticas e até mesmo cicatrizantes. Usar mel para tosse, por exemplo, é uma excelente forma de tratar esse sintoma.

Para que você entenda mais sobre o assunto e descubra como o mel age diante da tosse, continue lendo nosso post. Abaixo, explicamos tudo em detalhes!


Por que usar mel para tosse?

Todos nós sabemos que a tosse é um sintoma muito incômodo, causado por inflamação nas vias respiratórias, em especial nas regiões da garganta e do pulmão. Para piorar, sempre vem acompanhado de outros sintomas, como dores ou congestão nasal. Por causa disso, é necessário agir rapidamente para combatê-lo. Nessas horas, o mel pode ser um aliado. 

Mesmo que você já esteja com prescrição de medicamentos, o mel pode ser combinado ao tratamento para acelerar a cura. Segundo as pesquisas, ele tem a capacidade de anestesiar a garganta, diminuindo a ocorrência de tosse, e ainda pode tratar a inflamação, já que age contra bactérias. Além disso, também tem função expectorante, o que ajuda a acabar com a congestão.


Como administrar?

Uma colher de mel três vezes por dia já é o suficiente para ajudar a aliviar a tosse e combater a inflamação. Existem, porém, algumas formas de combinar o produto com outros ingredientes e potencializar seus efeitos no organismo. 

Para que você descubra as combinações, os efeitos que elas proporcionam e como fazê-las, indicamos 3 receitas abaixo. Confira!


1. Limão com mel

Combinando o mel com limão, você ganha uma mistura que inclui flavonóides, vitaminas B e C. Com isso, consome um produto que ajuda a fortalecer seu sistema imunológico e ainda tem efeito antioxidante, que age no combate da inflamação. Por isso, é uma excelente escolha no tratamento de gripes e resfriados.


2. Mel com extrato de própolis

Assim como o mel, a própolis é uma substância produzida pelas abelhas com diversos usos farmacológicos. Para combater a tosse, destacamos suas ações anestésica, antibiótica e antiinflamatória, que formam um conjunto imbatível contra os agentes de resfriados e infecções. 

Por isso, você pode se valer da mistura de uma colher de mel com algumas gotas de extrato de própolis. A combinação ainda pode ser usada regularmente com o intuito de fortalecer o sistema imunológico.


3. Chá de gengibre com mel e limão

Nós já mostramos que o limão pode adicionar vitaminas ao mel. Nesta receita, a combinação ainda ganha um outro ingrediente muito poderoso, que é o gengibre. A raiz apresenta propriedades antioxidante e antiinflamatória.

Para fazer o chá, basta ferver água, despejar alguns pedaços de gengibre e esperar a infusão ocorrer. Em seguida, adicione uma colher de mel e suco de meio limão.

Apesar de todos os benefícios que apresentamos, é importante alertar sobre as contraindicações do mel: por ter uma alta concentração de glicose, o produto não deve ser consumido por crianças menores de um ano nem por pessoas diabéticas.

Agora que você já sabe como pode usar o mel para tosse, que tal descobrir quais benefícios a própolis traz para o organismo? Confira nosso post!